Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  18.83 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  O currículo da disciplina escolar história no Colégio Pedro II – a década de 1970 – entre a tradição acadêmica e a tradição pedagógica: a história e os estudos sociais
Autor:  
  Beatriz Boclin Marques dos Santos   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRJ/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  254
Resumo  
  A presente pesquisa tem como objetivo investigar as características da dinâmica curricular da disciplina História no Colégio Pedro II, que apresentou marcas de estabilidade quando a reforma implantada a partir da Lei 5.692/71 determinou sua substituição por Estudos Sociais. Trata-se de uma análise sócio-histórica do currículo, embasada nas contribuições do teórico inglês Ivor Goodson. Para as pesquisas sócio-históricas de currículos escolares, o autor propõe uma análise combinada da retórica legitimadora de uma disciplina escolar por meio de seu currículo prescrito, juntamente a um enfoque investigativo que se detenha nas negociações para a realização do mesmo, em outras palavras, uma análise que considere que a organização das disciplinas no currículo, assim como o conhecimento escolar selecionado para compor seus conteúdos, longe de apresentar uma imparcialidade na sua construção, configura-se como um terreno de lutas. Tomando como foco a década de 1970, investigamos como ocorreu a apropriação da Lei 5.692/71 e mais especificamente do Parecer 853/71 pelos professores de História do Colégio Pedro II, e como esses professores dialogaram com esse contexto de criação dos Estudos Sociais. No intuito de analisar como se deu a dinâmica de estabilidade e mudança curricular ao longo desse período, procuramos compreender como foi prescrita a História ensinada nessa instituição, desde sua criação até a década de 70. Rastreamos as características que fundamentaram o ensino de História com base na análise do currículo prescrito, os chamados programas de ensino. Sendo esta uma pesquisa sócio-histórica do currículo, nosso foco esteve na atuação da comunidade disciplinar de História, especialmente no papel dos catedráticos na dinâmica das relações entre o contexto interno da instituição e os grupos de formuladores governamentais das novas políticas educacionais.
     
    Baixar arquivo