Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.26 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Capital organizacional dos programas de pósgraduação stricto sensu da Universidade Federal de Rondônia (UNIR)
Autor:  
  Clésia Maria de Oliveira   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIR/ADMINISTRAÇÃO
Área Conhecimento  
  ADMINISTRAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  219
Resumo  
  A partir de uma triangulação de métodos com um recorte transversal, foi avaliada a situação atual do capital organizacional de cinco Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu de uma Universidade Federal da Região Norte, nas dimensões Cultura, Liderança, Alinhamento e Trabalho em Equipe, da perspectiva aprendizado e crescimento organizacional do Balanced Scorecard (BSC). Como base para o estudo, utilizou-se o enfoque desenvolvido por Kaplan e Norton acerca dos ativos intangíveis e da metodologia para medir a prontidão do Capital Organizacional, bem como os critérios utilizados para avaliação da Pós-graduação nacional. A população envolvida foi constituída de 58 (cinquenta e oito) docentes do quadro permanente dos mestrados acadêmicos em Biologia (PPGBIOEXP), Administração (PPGMAD), Desenvolvimento Regional (PPGDRA), Ciência da Linguagem (PPGCIL) e Geografia (PPGG). O cotejo entre a visão de futuro explicitada no Mapa Estratégico de um dos programas (estar dentre os melhores programas de pós graduação stricto sensu do país em sua área), e o conceito inicial atribuído pela CAPES na implantação do Programa (três), possibilitou a construção de uma hipótese de causa e efeito acerca de uma estratégia com foco na melhoria dos resultados relativos às atividades, de forma a conduzir o programa rumo à sua visão. A partir dessa hipótese, os dados extraídos dos documentos da CAPES, dos Programas de mestrado e do referencial teórico nortearam a construção de sete objetivos de temas estratégicos, cuja orientação para os seus atingimentos se darão por meio de vinte e cinco indicadores relacionados à Cultura, Liderança, Trabalho em Equipe e Alinhamento. Nas entrevistas com lideranças dos cursos foram identificados os objetivos pertinentes e os indicadores adequados, necessários aos programas para uma agenda de mudança que os direcionassem à melhoria do desempenho. As informações obtidas por meio de questionário aplicado aos docentes do quadro permanente permitiram avaliar a situação do capital organizacional nos respectivos programas. Com base nas análises realizadas, conclui-se que os objetivos e indicadores utilizados mostraram-se pertinentes e adequados para mensurar o capital organizacional e os resultados obtidos indicam que os Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu objetos do estudo encontram-se, de uma forma geral, em situação favorável nas quatro dimensões, e que a busca pelos programas de validação da hipótese construída para a estratégia de melhoramento contínuo pode ser facilitada pelos resultados atuais do capital organizacional.
     
    Baixar arquivo