Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  367.69 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A sucessão na agricultura familiar: o caso dos universitários filhos de produtores no município de Jaru-RO
Autor:  
  Carlos Antonio Basilio   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIR/ADMINISTRAÇÃO
Área Conhecimento  
  ADMINISTRAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  317
Resumo  
  A agricultura familiar é a grande responsável pelo abastecimento alimentar do brasileiro, também o é pela maioria da ocupação produtiva e pela manutenção das características culturais fundamentais do Brasil rural. Apesar de sua participação significativa na produção agrícola e sua interação com outras atividades econômicas e sociais, estudos recentes realizados no sul do Brasil indicam que a agricultura familiar está perdendo os seus sucessores com os jovens mudando do meio rural para a zona urbana. Rondônia, por ser um estado jovem, possui características que não permitem a simples transferência dos saberes obtidos em outras regiões, nossa situação fundiária, a maioria não possui documentação das terras que ocupa, não permite, por exemplo, acesso ao crédito, nossas cadeias produtivas, ainda frágeis, não remuneram adequadamente os produtores, condições estas que acabam por impulsionar o êxodo rural, especialmente dos jovens que tiveram a oportunidade de acesso ao ensino superior. Essas pesquisas indicam várias causas para este fenômeno, entre elas a transição demográfica, a sucessão, o envelhecimento no campo, a educação formal, a maior integração cidade-campo, a insatisfação com o resultado financeiro obtido, o duro trabalho braçal e o desgaste da imagem do trabalhador rural. O presente estudo buscou investigar o que os universitários, filhos de agricultores familiares do município de Jaru/RO, prováveis herdeiros, pretendem com relação à propriedade familiar, se os seus planos futuros incluem a continuidade da propriedade agrícola familiar ou se estão pensando em trocar a vida rural pela carreira profissional urbana. Os resultados obtidos indicam a necessidade urgente de novas políticas públicas que criem condições para a permanência do jovem no campo, a fim de evitar-se o possível vácuo sucessório na agricultura familiar do município de Jaru.
     
    Baixar arquivo