Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.34 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Programa de recuperação motora da escrita na câimbra do escrivão
Autor:  
  Flavia Quadros Boisson Waissman   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFF/MEDICINA (NEUROLOGIA)
Área Conhecimento  
  FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  357
Resumo  
  Waissman, Flavia Quadros Boisson. Programa de Recuperação Motora da Escrita na Câimbra do Escrivão A câimbra do escrivão é uma distonia focal do tipo tarefa-específica que compromete a escrita. O tratamento medicamentoso, assim como aplicação de toxina botulínica, tem apresentado resultados limitados. Recentemente, a utilização de órteses para imobilização dos músculos mais comprometidos pela distonia tem se mostrado uma alternativa com resultados mais duradouros, pois se acredita que uma das causas seja um distúrbio da integração sensitivo-motora. OBJETIVOS: Modificar o mecanismo da escrita alterado pela câimbra do escrivão através de um programa de reabilitação motora, utilizando a consciência corporal e emprego de órteses nos músculos comprometidos da mão pela distonia METODOLOGIA: Participaram do estudo doze indivíduos com diagnóstico distonia focal da mão, sendo sete homens e cinco mulheres com idade média de 52,17 ± 16,07 anos e tempo de comprometimento de 10,83 ± 10,33, sendo onze destros. A amostra obedeceu aos critérios de inclusão e exclusão e foi iniciado o estudo após aprovação do Comitê de Ética e assinatura do Termo de Consentimento Esclarecido. Após confirmado o diagnóstico por um especialista em distúrbios do movimento, foram realizadas a anamnese e a avaliação motora da escrita, utilizando-se a Escala de Burke-Fahn-Marsden (BFM), Protocolo de Jedynak e Escala Analógica de Dor, que foram reaplicadas ao final do programa. O programa teve duração de oito semanas, dividido em duas fases de quatro semanas: Conscientização Motora Corporal e Treinamento Motor com Imobilização. RESULTADOS: Ocorreram diferenças estatisticamente significativas para p < 0,05 para todas as variáveis estudadas ao se compararem os dados obtidos nas avaliações pré e pós-programa, utilizando-se o teste de Wilcoxon. Observou-se melhora significativa da dor em punho, antebraço e braço e redução das posturas compensatórias ocorridas durante a escrita. CONCLUSÃO: Este programa de reabilitação motora, através da conscientização corporal e imobilização por órteses, mostrou-se eficaz em relação a dor, qualidade e legibilidade da letra durante a escrita.
     
    Baixar arquivo