Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.52 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Contribuições dos centros familiares de formação por alternância para o desenvolvimento rural sustentável: estudo da escola Família Agrícola Itapirema de Ji-Paraná
Autor:  
  José de Arimatéia Dias Valadão   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIR/ADMINISTRAÇÃO
Área Conhecimento  
  ADMINISTRAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  338
Resumo  
  O presente trabalho é um estudo da atuação dos Centros Familiares de Formação por Alternância (CEFFAs), na promoção do desenvolvimento rural sustentável por intermédio dos agricultores familiares atendidos pela Escola Família Agrícola (EFA) Itapirema, localizada no município de Ji-Paraná. A Escola faz parte de um movimento de centros educativos rurais em regime de alternância que surgiu na França, na década de 30, do século passado, por meio de um grupo de agricultores que não queriam que seus filhos fossem para a cidade estudar, com isso se articularam e implantaram um sistema familiar de formação. O estudo discute até que ponto a EFA Itapirema têm contribuído com as práticas de desenvolvimento rural sustentável dentro do Território Central no Estado de Rondônia, por intermédio da análise das visões ambientalistas e as diversas vertentes de desenvolvimento sustentável, além de discutir as definições da educação para o desenvolvimento sustentável e a Pedagogia da Alternância. Para obtenção dessa análise foi identificada qual a concepção de desenvolvimento rural sustentável predominante no currículo da Escola, em que áreas os seus egressos estão atuando, além de identificar e analisar até que ponto as ações desses egressos e suas famílias estão alinhadas com a formação recebida comparada com a proposta teórica da Escola. As informações obtidas nos documentos da EFA Itapirema foram tratadas por meio da análise de conteúdo. Para identificar a influência da EFA Itapirema na atuação dos egressos nas propriedades rurais, foi desenvolvida uma entrevista guiada com os mesmos. A amostra utilizada foi aquela em que os egressos estão na propriedade desenvolvendo atividades em que sua participação foi considerada total. Para relacionar a proposta da Escola com o diagnóstico feito junto aos egressos foram identificados os aspectos que estão diretamente associados e dissociados, criando um campo de convergência entre os dois momentos da proposta da Escola em desenvolver a área rural da região de forma sustentável. Foi possível identificar a contribuição da Escola para a formação de agentes visando o desenvolvimento rural sustentável. A abordagem principal da Escola se insere numa vertente conservacionista que procura conciliar conservação e preservação dos recursos naturais com desenvolvimento humano e equidade social. A proposta de desenvolvimento rural engloba, de forma equilibrada, as concepções sustentabilista e socioambientalista, buscando uma sintonia entre a modernização ecológica, a capacitação para o mercado com a reconstrução das relações sociais, valorização dos aspectos organizacionais e melhoria das condições de vida das populações locais. Na prática, o equilíbrio dessas concepções não se concretiza. A concepção sustentabilista não está sendo atendida satisfatoriamente da forma proposta pela Escola. São muitas as dificuldades para os jovens modernizarem seus sistemas de produção, reduzir o uso de insumos e aplicar tecnologias que melhorem as condições de vida da família.
     
    Baixar arquivo