Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  505.33 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Avaliação da influência da composição e fontes de fotoativação na sorção de água de diferentes sistemas adesivos
Autor:  
  Hebert Samuel Carafa Fabre   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNOPAR/ODONTOLOGIA
Área Conhecimento  
  ODONTOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2005
Acessos:  
  171
Resumo  
  A presença de água é fundamental na técnica úmida de adesão de materiais resinosos à estrutura dentinária e também representa um dos solventes em alguns sistemas adesivos. Entretanto, o excesso de água residual favorece a degradação da restauração ao longo do tempo, tornando-se um aspecto crítico. A forma de fotoativação, como fator técnico, também pode contribuir para a degradação da interface adesiva, pois a presença de monômeros residuais potencializa o acúmulo de água na interface. O objetivo deste trabalho foi de comparar a sorção de diversos sistemas adesivos dentinários, considerando-se sua classificação e a forma de fotoativação empregada As hipóteses nulas testadas foram: 1- Não há diferença na sorção e solubilidade em água dos sistemas adesivos propostos, 2- Não há diferença no uso de diferentes fontes de luz na sorção e solubilidade em água dos sistemas adesivos propostos. Os materiais testados foram os sistemas adesivos convencionais de 3 passos (Grupos controles: Scotchbond Multi-purpose e Heliobond), convencionais de 2 passos (Excite, Adper Single Bond, Adper Single Bond 2), auto-condicionante de 2 passos (Adhse) e auto-condicionante de 1 passo (Xeno III). Para cada material, foram obtidos seis espécimes (0,8 mm x 5,5 mm) para cada grupo fotoativado por aparelhos de lâmpada halógena (grupo controle) ou LED (“Light Emitting Diodes” - diodos emissores de luz). Estes foram armazenados em câmara dessecante a 37ºC, até que não houvesse variação em sua massa seca (M1), aferida em balança analítica. Em seguida, foram armazenados em água deionizada e tiveram suas massas úmidas medidas após estabilização (M2), passando em seguida por nova dessecação (M3). A sorção e solubilidade em água foram estimadas pelas fórmulas (M2-M3/V) e (M3-M1/V), respectivamente. Os valores obtidos foram submetidos à análise de variância ANOVA a um critério e Tukey (p<0,05). A comparação da influência das fontes fotoativadoras foi analisada pelo teste t de Student para cada adesivo. Os resultados demonstraram maiores valores de sorção e solubilidade para os sistemas convencionais de 2 passos e auto-condicionante de 1 passo. A natureza da fonte fotoativadora exerceu influência nas propriedades avaliadas. Desta forma, as hipóteses nulas consideradas devem ser rejeitadas.
     
    Baixar arquivo