Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.03 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Análise comparada da composição de espécies e da estrutura das assembléias de peixes das lagoas do Sistema Hidrológico do Taim e da porção nordeste da Lagoa Mirim – RS
Autor:  
  Igor Gonçalves Medvedovsky   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  FURG/BIOLOGIA DE AMBIENTES AQUÁTICOS CONTINENTAIS
Área Conhecimento  
  ECOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  264
Resumo  
  O Sistema Hidrológico do Taim (SHT) e a Lagoa Mirim são ambientes de extrema relevância para a manutenção da biodiversidade do complexo lagunar Patos-Mirim. Visando suprir a carência de informações ecológicas sobre a ictiofauna dessa região, esse trabalho compara a abundância e riqueza de espécies das assembléias de peixes nas 4 lagoas do SHT (Flores, Nicola, Jacaré e porção norte da Mangueira) e na margem nordeste da Lagoa Mirim (Capilha e Alemão). Os peixes foram coletados mensalmente entre março/2004 e fevereiro/2005 através de 5 arrastos de praia nas margens de cada lagoa com rede tipo “picaré”. Diferenças nas abundâncias entre os locais de coleta foram testadas através de análise de variância de uma via, enquanto a comparação da riqueza de espécies entre as lagoas foi realizada através da técnica de rarefação, que leva em conta as diferenças nas capturas e número amostral. Um total de 26.218 indivíduos e 49 espécies foi capturado. Houve diferença significativa na abundância entre os locais de coleta (F[5, 344]=6,72, p<0,00001), sendo que os peixes foram mais abundantes nas lagoas do SHT do que nos pontos de coleta da Lagoa Mirim (Newman-Keuls teste, p<0,05). As espécies dominantes na SHT foram Cyanocharax alburnus, Jenynsia multidentata, Bryconamericus iheringii, Hyphessobrycon luetkenii, Platanichthys platana e Cheirodon interruptus , enquanto na Mirim foram dominantes Cyanocharax alburnus, Platanichthys platana, Odontesthes mirinensis, Cyphocharax voga e Astyanax fasciatus . O número de espécies registrado em cada lagoa foi 39 (Jacaré), 37 (Nicola) 31 (Flores), 26 (Mangueira), 23 (Capilha) e 22 (Alemão). A comparação da riqueza através da rarefação confirmou a tendência de maior riqueza nas lagoas do SHT do que na região estudada da Mirim. A maior abundância e riqueza de espécies no SHT pode estar relacionada com a maior heterogeneidade de hábitats devido principalmente a presença de macrófitas aquáticas. Os maiores valores de abundância encontrados nos meses mais quentes estão relacionados ao período de recrutamento das espécies.
     
    Baixar arquivo