Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.13 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Educação profissional e elevação de escolaridade: a educação de adultos trabalhadores no nível médio de ensino
Autor:  
  Marisa Fortunato   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISO/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  596
Resumo  
  As mudanças no mundo do trabalho que caracterizaram as últimas décadas do século XX trouxeram implicações diretas para os trabalhadores; tanto no campo da produção; como no campo da educação. O advento da reestruturação produtiva – caracterizada por mudanças tecnológicas e de gerenciamento da força de trabalho – exigiu um novo perfil de profissional que rapidamente respondesse e se adaptasse a este modelo; demandando o estabelecimento de uma política de formação que atendesse as novas exigências do sistema produtivo. Nesse contexto; as reformas educacionais dos anos 1990 foram elaboradas num processo de correlação de forças e de embate entre vários setores da sociedade. Marca presença nesse confronto o movimento da classe trabalhadora e suas centrais sindicais. Aqui focamos nossa atenção na Central Única dos Trabalhadores – CUT; que desde sua criação nos anos 1980; sempre teve a educação como uma de suas bandeiras de luta. O debate e as propostas pertinentes à presença da educação como prática formativa da classe trabalhadora foram potencializadas a partir do IV Congresso; realizado em 1991. Nessa sua trajetória; a CUT acumulou uma experiência significativa no campo da formação sindical; o que possibilitou a elaboração de uma proposta educacional que tinha como centralidade o trabalho; ao mesmo tempo em que considerou em seu currículo a articulação da formação profissional com a formação propedêutica. Nesta pesquisa; buscar-se-á compreender: como a Confederação Nacional dos Metalúrgicos da Central Única dos Trabalhadores (CNM/CUT); a partir de seu posicionamento frente às mudanças no mundo do trabalho; vislumbrou sua atuação no campo educacional? Nesta investigação; a análise incide sobre os documentos oficiais produzidos no âmbito das reformas educacionais e da proposta de formação profissional e elevação de escolaridade do Programa Integrar da CNM/CUT; no que tange ao ensino médio.
     
    Baixar arquivo