Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1,46 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Luz estética: a ciência do sensível de Baumgarten entre a arte e a iluminação
Autor:  
  Oliver Tolle   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  USP/FILOSOFIA
Área Conhecimento  
  FILOSOFIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  389
Resumo  
  O presente trabalho tem por objetivo reconstruir o conceito de ciência do sensível na obra do filósofo alemão Alexander Gottlieb Baumgarten (1714- 1762). Partimos do pressuposto de que a investigação das faculdades do conhecimento empreendida pelo autor na Metafísica (1739) pode revelar o alcance e a finalidade da Estética (1750/58), a qual se encontra mais comprometida com as possibilidades em geral de expressão do belo do que com a definição de uma teoria do objeto artístico em sua particularidade. Esse último aspecto, na verdade, pode prejudicar a interpretação de sua obra, pois assume que ela estipula a existência um ideal de beleza atemporal. Para Baumgarten, os princípios que regem o conhecimento sensível coincidem com as regras de expressão do belo, tal como aquelas definidas nas poéticas e retóricas antigas, mas apenas na medida em que eles podem ser derivados das verdades metafísicas.
     
    Baixar arquivo