Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1,002.56 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Pentimento: um álbum de retratos das personae de escritor de Caio Fernando Abreu
Autor:  
  Ellen Mariany da Silva Dias   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/SJRP/LETRAS
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  440
Resumo  
  Tendo em vista o conjunto dos textos/discursos produzidos pelo escritor Caio Fernando Abreu (CFA; daqui em diante); a saber; seus contos; cartas; entrevistas; crônicas; romances; peças de teatro; prefácios às edições revistas de seus livros etc.; selecionamos os textos que; de acordo com os critérios estabelecidos para o desenvolvimento deste trabalho; consideramos como os mais representativos. A nosso ver; é no diálogo que contempla a produção literária do escritor em seus diferentes gêneros de discurso (BAKHTIN; 2003) que podemos entrever as personae de escritor de CFA; ou seja; as representações de escritor que ele construiu para si; para os familiares e amigos; para o público em geral e para a crítica. Nossa hipótese é a de que a principal característica que particulariza a obra deste escritor no contexto literário da segunda metade do século XX no Brasil faz-se por meio de uma associação entre a apropriação e a reelaboração da voz alheia e da própria voz; procedimentos que fundamentam a construção deoutros textos/discursos; a mise-en-abyme das suas personae de escritor; instâncias que se relacionam umas com as outras de maneira auto-elucidativa e ininterrupta e o pentimento; um efeito produzido a partir dos processos auto e antropofágico de CFA; que faz com que o conjunto do seu acontecimento estético seja; numa visada que o contempla como uma constelação; um mesmo e um outro. A rigor; a potência dialógica existente nos textos/discursos proferidos pelas várias personae de escritor de CFA contribuiria para a problematização dos mitos de autor; autoria; genialidade e inspiração vigentes; especialmente; no Romantismo e nas Artes de Vanguarda
     
    Baixar arquivo