Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  659.42 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Glicerina, resíduo da produção de biodiesel, na terminação de novilhas da raça nelore
Autor:  
  André Pastori D`Aurea   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/JAB/ZOOTECNIA
Área Conhecimento  
  ZOOTECNIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  5,672
Resumo  
  A glicerina vem sendo obtida a partir do refino do biodiesel de oleaginosas e não possui legislação específica para seu descarte. Esta representa cerca de 10% da massa total resultante do processo de produção do biodiesel. No ano de 2010 foi aprovado o uso do B5, com isso o excedente de glicerina bruta no mercado poderá alcançar a 325 mil toneladas/ ano, portanto a necessidade de encontrar uma correta destinação a glicerina ou toda questão ambiental do biodiesel será prejudicada. Atualmente estuda-se a possibilidade de utilização da glicerina bruta nas rações animais como fonte energética. A glicerina terá uma destinação segura sem problemas com poluição. O objetivo deste trabalho foi avaliar as inclusões de 0, 10 e 20% de glicerina bruta na matéria seca das dietas para terminação de novilhas da raça Nelore. Para isso utilizou-se de 24 novilhas da raça Nelore com 24 meses de idade e peso corporal médio de 264,4 kg. Foram avaliados o desempenho e as características de carcaça, digestibilidade aparente das dietas e características da carne. A relação volumoso:concentrado utilizada foi de 30:70. Os concentrados utilizados foram compostos por milho, casca de soja, farelo de girassol, com ou sem adição de glicerina e silagem de milho como volumoso. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, onde cada tratamento foi composto por 8 repetições em que cada unidade experimental foi constituída por um animal, totalizando 3 tratamentos e 24 animais. As análises estatísticas foram realizadas pelo Programa Computacional SAS (1993), sendo utilizado o teste de Tukey a 5% de probabilidade. A inclusão de 20% de glicerina na matéria seca da dieta pode limitar o consumo de matéria seca. A utilização da glicerina em quantidades acima de 10% na matéria seca pode prejudicar a digestibilidade da fibra em detergente neutro e da hemicelulose, devido possivelmente a alterações na flora ruminal. A glicerina diminuiu a quantidade do ácido graxo linoléico e linolênico, porém aumentou a quantidade do ácido graxo linoléico conjugado (CLA), onde o tratamento com 10% de inclusão apresentou maiores quantidades deste (p<0,05). Desta forma a glicerina bruta, com quantidade de glicerol mínimo de 83% e no máximo 0,01% de metanol, pode ser utilizada como fonte energética na terminação de novilhas da raça Nelore sem, contudo, prejudicar a produção e a qualidade do produto, bem como a saúde do animal. Com isso a glicerina bruta, resíduo da produção de biodiesel, pode ser destinada a alimentação animal permitindo a expansão da utilização do biodiesel com destinação segura ao resíduo obtido.
     
    Baixar arquivo