Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.06 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Atributos do solo, produtividade e qualidade de frutos em pomares de maçãs Royal Gala em sistemas convencional e orgânico de produção
Autor:  
  Eliete de Fátima Ferreira da Rosa   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UDESC/MANEJO DO SOLO
Área Conhecimento  
  AGRONOMIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  150
Resumo  
  Os sistemas de manejo do solo e das culturas podem modificar a qualidade do ambiente e alterar as propriedades químicas e físicas do solo; refletindo na fisiologia das plantas; na produtividade e qualidade dos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos das práticas de manejo convencional e orgânico; em pomares de maçãs; nos atributos físicos e químicos do solo; na sanidade das plantas; na produção e na qualidade de frutos; ocorrida nas macieiras; utilizando a análise canônica discriminante (ACD). O experimento foi conduzido em dois pomares implantados em 2001; com a cultivar Royal Gala; sobre porta-enxerto M-9; em um Cambissolo Húmico. Os atributos do solo avaliados foram pH e os níveis de N; P; K; Al; Ca; Mg; Cu e carbono orgânico (CO) presentes no solo. Em relação às características físicas do solo; foram determinados granulometria; estabilidade de agregados; densidade do solo; macroporosidade; microporosidade; grau de floculação e porosidade total. Dez plantas de cada pomar foram selecionadas aleatoriamente e avaliadas na safra 2008/2009 quanto a nutrição; vigor; florescimento; frutificação efetiva; produção e qualidade dos frutos. Os resultados obtidos foram submetidos ao teste de comparação de médias e à análise canônica ACD; a fim de identificar os atributos que melhor explicam as diferenças quanto aos dois sistemas de produção. A análise univariada para os atributos de solo mostrou que o PC apresentou maiores teores de Ca; Na; e pH em água em relação ao PO na profundidade de 0-10 cm. Os maiores teores de Cu total foram observados no PO do que no PC; nas duas profundidades analisadas. Na profundidade de 10-20 cm; os maiores valores de Al trocável foram verificados no PO. Os teores de CO não diferiram significativamente entre os pomares. O PO apresentou maiores valores de diâmetro médio geométrico (DMG) e densidade do solo nas duas profundidades. Na profundidade de 10-20 cm; a macroporosidade foi maior no PC. Com relação aos atributos nutrição; rendimento e qualidade de frutos; a análise univariada mostrou que o PO apresentou maiores teores de Cu nas folhas e na casca e polpa dos frutos; menores teores de Ca nas folhas e polpa dos frutos; maiores valores nas relações K/Ca; Mg/Ca; N/Ca; K+Mg/Ca na polpa dos frutos; maior área foliar; menor frutificação efetiva; maior dano por mosca-das-frutas; menor incidência de sarna e menores rendimentos de frutos em relação ao PC. Não foram observadas diferenças significativas quanto ao teor de clorofila foliar e aos atributos de cor vermelha; índice de iodo-amido; número de sementes; firmeza de polpa; sólidos solúveis e acidez titulável nos frutos entre os dois pomares. A ACD indicou; como os melhores discriminantes entre os dois pomares: os teores de Cu (0-10 cm) e Ca (10-20 cm); o DMG (0-10 cm) e a microporosidade (10-20 cm); para os atributos de de solo (químicos e físicos); os teores de Ca na polpa e de Cu no tecido foliar para os atributos nutricionais nas plantas; e a área foliar e o dano por mosca-das-frutas ; para os atributos de rendimento e qualidade de frutos.
     
    Baixar arquivo