Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  3.11 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  The perception and production of the english voiceless interdental fricative /THETA/ by speakers of european french and brazilian portuguese
Autor:  
  Mara Silvia Reis   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Inglês
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFSC/LETRAS (INGLÊS E LITERATURA CORRESPONDENTE)
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  145
Resumo  
  Este estudo examinou a percepção e produção da fricativa interdental não-vozeada inglesa /THETA/ por vinte falantes de francês europeu e vinte e um falantes de português brasileiro. Cinco testes foram utilizados: Produção, Assimilação Perceptual, Discriminação, Identificação Auditiva e Identificação Audiovisual. A base teórica consistiu no Modelo de Percepção de Assimilação (PAM, Best, 1995), o qual propõe que a assimilação de sons da língua estrangeira prevê sua discriminação na língua nativa, e na sua versão expandida (PAM-L2, Best & Tyler, 2007), o qual trata de aprendizado de segmentos da língua estrangeira. Duas principais hipóteses nortearam a condução do estudo—a substituição diferencial de // é relacionado ao seu padrão de assimilação na língua nativa, assim como sua produção é guiada pela percepção. Os resultados indicam que a substituição diferencial tem bases perceptuais, sobretudo entre os franceses. Entretanto, a produção do fonema não parece estar necessariamente relacionada à sua acuidade perceptual.
     
    Baixar arquivo