Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  836.76 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A reestruturação produtiva no mundo do trabalho e o impacto nas políticas da educação superior no Brasil: o ensino superior a serviço do mercado de trabalho
Autor:  
  Laisa Mirele Soares Nascimento   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFU/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  362
Resumo  
  Este estudo foi desenvolvido no âmbito da Linha de Pesquisa de Política e Gestão da Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia - UFU, que busca discutir questões relacionadas à Educação e Trabalho a partir da problematização da relação entre a formação profissional em nível superior e o mercado de trabalho no contexto da reestruturação produtiva no mundo do trabalho. Como fontes de pesquisa utilizam-se documentos, leis e projetos. Considera-se que toda a conjuntura da construção do sentido do trabalho e da educação atualmente articula inovações tecnológicas com novas formas de organização e gestão da produção, apesar do trabalhador continuar indispensável para a realização do trabalho. Entende-se que a função do trabalho na sociedade está sendo revista, pois a sociedade convive com altas taxas de desemprego. O atual sistema brutaliza enorme contingente de homens e mulheres que vendem sua força de trabalho, vive-se em uma sociedade de consumo rápida com o objetivo de agilizar o ciclo reprodutivo do capital. A pesquisa indica que o discurso oficial associa a idéia da escolaridade com a aquisição de um posto de trabalho, sendo assim, o ensino superior privado ganha força. Essas mudanças que não conseguem garantir um melhor padrão de vida para os trabalhadores, um tempo livre que possa ser usado para garantir a dignidade do homem, visam única e exclusivamente a reprodução do capital, provocando ainda mais exploração dos trabalhadores.
     
    Baixar arquivo