Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  5.35 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Avaliação da resposta inflamatória durante a hemodiluição normovolêmica aguda
Autor:  
  Márcia Aparecida Portela Kahvegian   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  USP/ANESTESIOLOGIA
Área Conhecimento  
  ANESTESIOLOGIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2009
Acessos:  
  156
Resumo  
  Introdução: A Hemodiluição normovolêmica Aguda (HNA) envolve a retirada do sangue total e concomitante infusão de fluidos de reposição volêmica para manutenção da normovolemia. É uma estratégia que restringe a transfusão de sangue e evita a transmissão de doenças, imunossupressão e outras complicações associadas à transfusão sanguínea. Objetivos: O objetivo deste estudo foi determinar os efeitos de diversos fluidos na resposta inflamatória durante o procedimento de HNA. Métodos: Foram utilizados 28 suínos (n=28, 7/grupo) randomizados nos seguinte grupos: Controle, grupo anestesiado sem HNA, HNA + Amido, os animais foram submetidos a HNA sendo a reposição volêmica realizada com amido hidroxietílico 6% (130/0,4) na taxa de 1 ml de fluido para 1 ml de sangue retirado, HNA + NaCl, animais submetidos a HNA com reposição volêmica realizada com solução de cloerto de sódio 0,9% na proporção de 3:1, HNA + GEL, procedimento de HNA realizado com infusão da gelatina fluida modificada na taxa de 1:1. Os animais foram hemodiluídos durante 30 minutos para o hematócrito de 15%. Foram mensurados os parâmetros hemodinâmicos e foram coletados sangue para realização da hemogasometria e determinação dos níveis plasmáticos de IL-1b, TNF-a, IL-6 e IL-10, além do burst oxidativo de neutrófilos e monócitos circulantes. O lavado broncoalveolar foi coletado para mensuração dos níveis da IL-8 e do burst oxidativo de células pulmonares. O tecido pulmonar foi coletado para análise histológica e para imunoistoquímica para detecção da expressão de COX-2 e Eselectina. A análise estatística foi realizada por meio de provas paramétricas como a análise de variância com medidas repetidas (ANOVA), seguido do teste de Tukey- Kramer e de provas não paramétricas, o teste de Kruskal-Wallis. O grau de significância estabelecido foi de 5% (p < 0,05). Resultados: Os principais resultados deste estudo demonstraram que os animais hemodiluídos tanto com gelatina, como solução de cloreto de sódio 0,9% apresentaram resposta inflamatória mais pronunciada quando comparado aos outros grupos, traduzida no aumento de citocinas (TNF-, IL-6 e IL-10), na expressão de COX-2 e E-selectina no tecido pulmonar, além da observação de edema pulmonar, congestão e colapso alveolar. Apesar destes fatos, a resposta inflamatória estudada no sangue foi considerada de baixa magnitude. Conclusão: Durante a HNA, tanto a gelatina quanto a solução de cloreto de sódio 0,9% promove resposta inflamatória mais intensa quando comparada ao amido hidroxietílico 6%.
     
    Baixar arquivo