Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  689.21 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Estudo sobre os usos de mecanismos de coesão referencial na produção escrita de alunos de 5ª série
Autor:  
  Arlete Amaral Corrêa   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFPEL/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  60
Resumo  
  O presente trabalho é resultado de pesquisa realizada com alunos pertencentes à 5ª série/6ºano de uma escola da rede municipal do Rio Grande-RS, no ano letivo de 2008. O objetivo do estudo é descrever e analisar o uso de elementos de coesão referencial em 48 textos de oito alunos da turma. Os textos são produzidos a partir da leitura de quatro livros selecionados: "O menino do dedo verde" (escrita/reescrita), "Veneno lento" (escrita/reescrita), "A bolsa amarela" e "A Luz que guia também pode cegar". As categorias coesivas em análise são: expressões sinônimas ou quase, lexemas idênticos e elipse. A fundamentação teórica está dividida em três seções: o ensino de Língua Portuguesa no ensino fundamental; o ensino da gramática na escola; e, por último, o texto na sala de aula. Para análise dos dados, é considerada a forma como os alunos, em seus resumos, fizeram remissão ao personagem principal de cada livro lido durante o ano. Os resultados mostram que, após o desenvolvimento da proposta de ensino que esteve baseada na tríade leitura-escrita-gramática, os alunos, em seus textos, apresentam modificação em relação ao uso dos mecanismos estudados. O que pode ser sumariado como segue: a) houve um incremento no uso de expressões sinônimas, recurso pouco utilizado pelas crianças nos anos iniciais (cf. CLARINDO, 2005); b) ocorreu uma diminuição no uso de lexemas idênticos, recurso largamente utilizado pelos alunos, por ser um tipo de mecanismo de referência que envolve apenas a repetição; c) observou-se que não ocorreu uma mudança quantitativa na utilização da elipse, mas qualitativamente o uso desse recurso apresentou um comportamento diferenciado por parte dos alunos. O estudo mostra também, por meio das manifestações dos alunos em sala de aula, que uma proposta pedagógica centrada na integração leitura-escrita-gramática nas aulas de língua portuguesa pode criar um espaço privilegiado para a expressão de dúvidas e a reflexão acerca do funcionamento da língua.
     
    Baixar arquivo