Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  6.14 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Abordagem dos sistemas de avaliação de sustentabilidade da arquitetura nos quesitos ambientais de energia, materiais e água, e suas associações às inovações tecnológicas
Autor:  
  Andrea Bazarian Vosgueritchian   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  USP/ARQUITETURA E URBANISMO
Área Conhecimento  
  ARQUITETURA E URBANISMO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2006
Acessos:  
  601
Resumo  
  O objetivo desta pesquisa foi elucidar o modo como os sistemas de avaliação de sustentabilidade na arquitetura ponderam o impacto ambiental e as tecnologias referentes è energia, aos materiais e à água. Para este fim foram selecionados sete sistemas de avaliação de sustentabilidade, como o: BREEAM - Reino Unido, 1990, GBTool - Internacional, 1996, LEED - Estados Unidos, 1996, SPEAR - Inglaterra, 2000, HQE - França, 2002, CASBEE - Japão, 2002, e NABERS - Austrália, 2004. Paralelamente, fez-se uma pesquisa das tecnologias relacionadas à energia, materiais e água. Nesta etapa o enfoque da pesquisa nestes três campos foi em relação ao uso de tecnologias renováveis, os impactos ambientais associados à escolha de cada processo e suas atuais conjunturas no Brasil. O fato da pesquisa se tratar das tecnologias a serem inseridas no projeto de arquitetura incutiu a necessidade de conhecer a opinião de experientes profissionais que atuam hoje na área de sustentabilidade. Foram então, realizadas dez entrevistas com arquitetos, engenheiros e consultores ambientais na cidade de Londres, que atuam em projetos ao redor do mundo. Desta forma foi possível concluir a pesquisa com um conhecimento mais aprofundado em relação ao que se conhece na teoria e o que atualmente é feito na prática, no sentido de se construir edifícios e cidades de menor impacto ambiental.
     
    Baixar arquivo