Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  2.04 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Memória e saber nos procedimentos legais gregos: uma pesquisa sobre a memória e a oralidade em inscrições legais do primeiro quarto do século V a.C
Autor:  
  Luis Fernando Telles D`Ajello   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRGS/HISTÓRIA
Área Conhecimento  
  HISTÓRIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  2,752
Resumo  
  Nesta dissertação, estudo questões relacionadas a oralidade, cultura escrita e suas inter-relações. Através de um estudo semântico e histórico de termos e funções sociais, foco minha pesquisa no conceito de memória. Faço-o trabalhando com fontes epigráficas, constituídas em inscrições em pedra e bronze, datadas do primeiro quarto do século V a.C. A performance legal que transparece nas leis presentes nessas inscrições é o instrumento mais favorável para se perceber as relações entre oralidade e escrita no período, e mais ainda para entender os papéis da memória como constituinte da Tradição Oral entre os helenos. O cargo, a figura, o personagem que permeia todas as inscrições que analisei é o de mnemon, literalmente lembrador. Através de suas funções e relações com outros magistrados e formas de atuação, desdobro minha pesquisa, dedicando-me à análise das influências e funções da memória em uma sociedade que principiava a transição de uma cultura marcada pela oralidade para outra que passava, gradativamente, a se escorar sobre a escrita e o letramento.
     
    Baixar arquivo