Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  5,50 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Irmãos de crianças autistas: problemas de comportamento, competência social e relacionamentos intra e extra familiares
Autor:  
  Tatiana Dimov   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFSCAR/EDUCAÇÃO ESPECIAL
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2006
Acessos:  
  740
Resumo  
  Considerando os efeitos que a convivência com crianças autistas pode ter no núcleo familiar, a maior parte dos estudos tem focalizado o cuidador principal, através da figura materna. Poucos estudos focalizam os irmãos dessas crianças. Não obstante os resultados apresentados por estes estudos com irmãos ainda são contraditórios, enquanto algumas pesquisas indicam que estes irmãos não têm maiores riscos em apresentar problemas em seu desenvolvimento e que até estão em vantagem em relação a isso, outros autores indicam efeitos negativos apresentados por estas crianças. A discrepância nestes dados pode ser explicada por problemas metodológicos apresentados em muitas destas pesquisas e pela necessidade de continuidade das investigações. Neste sentido, o presente estudo teve por objetivo identificar a presença de problemas de comportamento e competência social em irmãos de crianças autistas e suas percepções sobre os relacionamentos intra e extra familiares. Participaram deste estudo 4 irmãos mais velhos de meninos autistas e 4 irmãos mais velhos de crianças com desenvolvimento típico, como grupo controle. Foram utilizados instrumentos de avaliação de comportamento e competência social (CBCL e YSR) junto aos irmãos e suas mães e realizadas entrevistas semi-estruturadas com estes irmãos. Os resultados apontam que os irmãos de autistas apresentam mais problemas de comportamento e baixos escores de competência social quando comparados ao grupo controle, sendo que a tendência se agrava nos irmãos mais jovens. Observou-se através das entrevistas que os irmãos de autistas relatam maior carga de responsabilidades e enfrentam dificuldades em lidar com a doença do irmão.
     
    Baixar arquivo