Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  331.50 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Adolf Franz Heep: edifícios residenciais. Um estudo da sua contribuição para a arquitetura coletiva vertical em São Paulo nos anos 1950
Autor:  
  Edson Lucchini Júnior   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UPM/ARQUITETURA E URBANISMO
Área Conhecimento  
  ARQUITETURA E URBANISMO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  4,266
Resumo  
  Adolf Franz Heep foi uma das mais importantes personalidades a deixar sua marca no pujante cenário arquitetônico paulistano e brasileiro dos anos 1950 e 1960, neste período, ele projetou inúmeros edifícios, sendo que alguns deles se tornaram referências da arquitetura brasileira tendo contribuído para as transformações que elevaram a cidade de São Paulo ao patamar de metrópole moderna. Nascido na cidade de Fachbach, Alemanha, no ano de 1902, Heep forma a sua personalidade arquitetônica num momento histórico em que as discussões sobre os conceitos de moradia mínima e de racionalização eram recorrentes. Em Paris, nos anos 1930, após trabalhar com Le Corbusier, desenvolve alguns edifícios verticais de habitação para a classe média, em sociedade com Jean Ginsberg, esta experiência foi fundamental para a definição das bases de sua produção paulistana, anos mais tarde. Após a 2ª guerra mundial, Franz Heep chega a São Paulo, onde atuará na consolidação e racionalização de um modelo vertical de morar, produzindo duas dezenas de edifícios residenciais que serão o objeto desta pesquisa. A partir de um reconhecimento sistemático dessa produção foi realizado o estudo pormenorizado, de caráter descritivo e analítico de uma amostra de dez edifícios projetados por Heep em São Paulo, destacando os seus aspectos espaciais, plásticos, técnicos e urbanos, como método para aprofundar os estudos, os edifícios foram redesenhados em meio digital, não apenas com o intuito de ilustrar as situações descritas no texto, mas também de registrar graficamente as suas condições originais. Esta pesquisa visa não apenas gerar uma documentação gráfica de qualidade acerca dos edifícios residenciais de Franz Heep, mas também identificar elementos recorrentes, que revelam o perfil projetual do arquiteto, contribuindo para o conhecimento mais aprofundado de sua obra e a ampliação do reconhecimento da arquitetura moderna brasileira e paulistana.
     
    Baixar arquivo