Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  852.60 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Quaderna: a lírica erótico-amorosa de João Cabral de Melo Neto
Autor:  
  Patrícia Marques   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  PUC/SP/LITERATURA E CRÍTICA LITERÁRIA
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  650
Resumo  
  A presente dissertação tem como objetivo refletir sobre poemas do livro Quaderna (1960), do poeta João Cabral de Melo Neto, a fim de apreender o nó tensional que gera um lirismo às avessas do lirismo tradicional. Para alcançar essa meta, levanta a seguinte indagação: Até que ponto o sujeito poético em Quaderna materializa uma voz lírico-erótico-amorosa na linguagem poética de João Cabral de Melo Neto? A fundamentação teórica que norteia este trabalho é composta por duas vertentes: uma teórica, que buscou apreender por meio de teorias como as de Hugo Friedrich e Käte Hamburger, o tipo de lirismo inscrito nos poemas selecionados, a outra, teórico-crítca, que buscou, nas proposições poéticas do próprio poeta, as possibilidades da tematização do feminino por uma veia erótico-amorosa. O trabalho procura explorar, ao longo de três capítulos, a riqueza imagética dos poemas, ressaltando primordialmente a abrangência poemática do discurso cabralino, no que diz respeito à visualidade, plasticidade, concreção e sensorialidade. Entre outras considerações, apreende-se em Quaderna uma temática lírico-amorosa que enfatiza o feminino por meio de uma linguagem erótico-sensual que cria similitudes entre mulher e elementos naturais, além de priorizar a própria escritura poética como fonte de lirismo
     
    Baixar arquivo