Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  3.07 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Maquinações da razão discreta: operação historiográfica e experiência do tempo na classe de literatura portuguesa da academia real das ciências de Lisboa (1779-1814)
Autor:  
  Taíse Tatiana Quadros da Silva   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFRJ/HISTÓRIA SOCIAL
Área Conhecimento  
  HISTÓRIA
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  223
Resumo  
  Na presente tese, investigamos, nas publicações elaboradas pela Classe de Literatura Portuguesa e os demais trabalhos da Academia Real das Ciências de Lisboa, de que maneira a crítica histórica transformou a concepção de história vigente na primeira metade do século XVIII. Nesse sentido, a fundação da Academia Real das Ciências de Lisboa, em 1779, representou continuidade em relação à perspectiva reformista pombalina. Orientados pelos pressupostos ilustrados da divulgação do conhecimento histórico, os sócios da Academia veicularam nova definição de história e uestionaram o conceito ciceroniano de historia magistra vitae, por meio da investigação de fontes documentais da história de Portugal. A partir da década de 1790, entretanto, o grupo da Classe de Literatura deparou-se com um desafio: defender os princípios e os valores nobiliárquicos que compunham a monarquia autocrática, tendo em vista as crises política e econômica por que passava Portugal. Dessa forma, analisaram-se os usos da crítica histórica no interior da Academia e as posições e as expectativas políticas do grupo empenhado em realizar aquele projeto acadêmico e em superar as ameaças à Monarquia portuguesa.
     
    Baixar arquivo