Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.63 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Avanços e contradições da Politica de Educação Profissional Integrada no Paraná (2003-2010)
Autor:  
  Letícia de Luca Wollmann Saldanha   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UEPG/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  359
Resumo  
  A pesquisa apresenta uma análise do processo de constituição da Política de Educação Profissional no Paraná (concepção e ações) compreendido entre 2003 a 2010. O objetivo foi investigar, com base no materialismo histórico-dialético, as determinações econômicas, políticas, legais e históricas do campo estrutural e conjuntural e o seu significado em relação aos projetos de sociedade e educação que estiveram presentes no século XX e em disputa no século atual. Utilizaram-se como referenciais teóricos os conceitos de Estado ampliado e intelectual de Gramsci (1987, 2001) e o de ideologia de Löwy (2007). A metodologia de investigação consistiu em pesquisa bibliográfica referente às ideias de autores como Frigotto, Ciavatta e Ramos (2005), na análise do documento “Fundamentos Políticos e Pedagógicos para a Educação Profissional” (PARANÁ, 2005) e de outros que apresentam dados quantitativos e qualitativos do estado, na legislação nacional e na entrevista com a chefe do Departamento de Educação e Trabalho. A Educação Profissional Integrada no Paraná resgata a matriz teórica da politecnia defendida por parte da sociedade civil nos anos 1980. A sociedade política (governo) incorpora uma concepção de formação humana que revela uma ideologia (visão de mundo) crítica em relação ao capitalismo e contra-hegemônica à concepção liberal conservadora dos anos 1990, através da ação de seus intelectuais e de componentes da sociedade civil organizada. Por ser parte da realidade brasileira e das relações contraditórias entre trabalho, educação e capital, essa política educacional implantada no Paraná sintetiza o processo de humanização e de qualificação para o trabalho, mediado pelos conhecimentos histórico-sociais, científicos e tecnológicos. Representa um avanço conquistado pela sua concepção e pela sua retomada, mas que é limitado por condições estruturais, como, por exemplo, a falta de uma política de financiamento que contemple a manutenção e o desenvolvimento permanente das atividades educativas, para que possa efetivar-se como política pública.
     
    Baixar arquivo