Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  6.88 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Subsidência de solo deflagrada por intervenções antrópicas: estudo de caso em área situada na porção nordeste da cidade universitária, Butantã, São Paulo - S.P.
Autor:  
  Elidiana Pereira Maretti   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  IPT/TECNOLOGIA AMBIENTAL
Área Conhecimento  
  INTERDISCIPLINAR
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  1,545
Resumo  
  A subsidência é um fenômeno de rebaixamento da superfície do terreno devido às alterações ocorridas no suporte subterrâneo. O fenômeno ocorre em diversos lugares do mundo devido à extração de água, petróleo e gás do subsolo. Os processos em geral têm magnitudes da ordem de centímetros por ano, no entanto, a médio e longo prazo os efeitos vão se acumulando e atinge valores significativos. O uso dos recursos hídricos subterrâneos tem se intensificado com o desenvolvimento econômico, tanto pelo ao aumento da quantidade demandada para determinada utilização, quanto pela variedade dessas utilizações. Os estoques mundiais de água subterrânea são estimados em 8,4 milhões de km³, cerca de 67 vezes o volume total das águas doces de superfície. A qualidade das águas subterrânea do ponto de vista bacteriológico e químico é melhor das águas superficiais, dispensando qualquer tipo de tratamento antipoluente. As causas mais comuns de ocorrência de subsidência estão relacionadas às intervenções humanas com o uso indiscriminado dos recursos hídricos. A falta, ou o não cumprimento, de instrumentos legais que permitem a eficácia e o controle racional da exploração dos recursos hídricos subterrâneos vem colocando, cada vez mais, em risco a existência de muitos aqüíferos. A subsidência do solo traz diversos problemas ambientais, causando em determinadas situações danos irreparáveis e grandes prejuízos materiais. O desenvolvimento de áreas de pesquisa para melhor entendimento dos modelos físicos dos grandes reservatórios subterrâneos e estudos da gestão desse recurso natural é essencial para o monitoramento, prevenção e mitigação de possíveis riscos ambientais que poderão sofrer futuramente. O terreno na porção nordeste, na Cidade Universitária, município de São Paulo, apresenta alguns pontos de subsidência do solo que serão analisados a fim de determinar a origem, causa e tipos de alterações que o meio ambiente local e regional está sofrendo.
     
    Baixar arquivo