Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  8.63 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Vidas entre a maré e o Estado: educação, ambientalismo e política
Autor:  
  Rita de Cássia Fagundes   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UFSE/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  259
Resumo  
  Tomando a Educação como discussão crítica do conjunto de crenças e valores que orientam os modelos de socialização na formação dos cidadãos de um Estado específico, pretende-se neste trabalho, partindo de uma encomenda pública específica, a saber, o problema gerado pela presença de pequenos produtores em Área de Preservação Permanente no estuário Vaza-Barris em Sergipe, problematizar a efetividade e as implicações de práticas educativas que têm como pano de fundo o “educar para a sustentabilidade”. Para isso, partimos do pressuposto que a Educação Ambiental é produto de uma complexa trama de relações e desse modo, não pode ser posta em discussão, sem considerarmos as diversas perspectivas teórico-político-metodológicas que orientam tanto os discursos, como as práticas. Em relação à metodologia, a investigação etnográfica se apresentou como a melhor estratégia, pois a partir dela, pudemos olhar e interpretar as dinâmicas sociais e ainda, verificar que a Educação Ambiental, com suas inúmeras vertentes, se apresenta como um espaço social de disputa por hegemonia, prevalecendo às ideias e as práticas que reproduzem as condições materiais e ideológicas capitalísticas.
     
    Baixar arquivo