Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  234.23 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  Educação financeira para o ensino médio da rede pública : uma proposta inovadora
Autor:  
  Ana Lucia Lemes Negri   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNISAL/EDUCAÇÃO
Área Conhecimento  
  EDUCAÇÃO
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2010
Acessos:  
  671
Resumo  
  Educação Financeira é um processo educativo que, por meio de aplicação de métodos próprios, desenvolve atividades para auxiliar os consumidores a orçar e gerir a sua renda , a poupar e a investir, são informações e formações significativas para que um cidadão exerça uma atividade, trabalho, profissão e lazer , evitando tornarem-se vulneráveis as armadilhas impostas pelo capitalismo. O aluno ao chegar à Escola traz consigo uma história, que qualquer que seja ela, familiar, da região em que vive, ou mesmo àquelas construídas sob a influência da mídia, deverá ser considerada. Por tal razão, cabe ao professor, pelo seu conhecimento adquirido e vivenciado, fazer com que o aluno construa sua autonomia para analisar e argumentar sobre essas armadilhas. As relações existentes entre os jovens em sociedade podem ser consideradas a partir das relações de trabalho e consumo, bem como a Educação para o Consumo lhe servirá como meio para o exercício consciente de sua cidadania. Nesse sentido, esta pesquisa visa associar noções de Economia com conteúdos de Matemática, focando a Matemática Financeira no Ensino Médio das Escolas da Rede Pública de São Paulo, por meio de um curso a ser ministrado em horário extracurricular. A intenção é mostrar possibilidades para melhorar a problemática que reside no cenário financeiro dos adolescentes, que se encontram na faixa etária entre 14 e 18 anos, e que não possuem elementos para compreender e ter uma Educação Financeira. A principal finalidade deste trabalho está em incluir o curso de Educação Financeira no Ensino Médio da Escola Pública e contribuir para que os jovens, que frequentam esta modalidade de ensino, tenham uma formação cidadã crítica, aprendam a administrar seus conhecimentos para uma vida saudável, contribuam para a melhoria do meio ambiente tornando-se cidadãos conscientes, pois o futuro do país se faz presente na educação que os jovens recebem hoje.
     
    Baixar arquivo