Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  1.32 MB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A poesia no romance: Memorial de Aires, um caso exemplar
Autor:  
  Lucilo Antonio Rodrigues   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNESP/SJRP/LETRAS
Área Conhecimento  
  LETRAS
Nível  
  Doutorado
Ano da Tese  
  2007
Acessos:  
  1,748
Resumo  
  Esta tese tem como objetivo principal o estudo da poesia no Memorial de Aires, de Machado de Assis. Em uma primeira etapa buscou-se refletir a questão da poesia no romance no âmbito geral da prosa romanesca: Mikhail Bakhtin refere-se a essa problemática no ensaio “O Discurso no romance”. Para ele, a poesia e o romance estariam em campos opostos: enquanto neste se constata uma tendência à fragmentação da linguagem (refletindo, direta ou indiretamente, a estratificação social); naquela, ocorre uma tendência à centralização da linguagem (refletindo os processos sociais mais duráveis). Em razão dessa particularidade a poesia no romance, na grande maioria das vezes, não desempenha um papel de relevo: ou é rechaçada, mediante a ironia, a sátira, a paródia e a análise crítica ou permanece sob a forma de núcleos isolados distribuídos ao longo do texto romanesco. Em alguns casos raros, como no romance Memorial de Aires, a linguagem poética não só é importante enquanto voz isolada, mas também teria uma função determinante na composição geral do estilo deste romance.
     
    Baixar arquivo