Portal Domínio Público - Biblioteca digital desenvolvida em software livre  
Missão
Política do Acervo
Estatísticas
Fale Conosco
Quero Colaborar
Ajuda
 
 
Tipo de Mídia: Texto
Formato:  .pdf
Tamanho:  327.15 KB
     
  Detalhe da ibra
Pesquisa Básica
Pesquisa por Conteúdo
Pesquisa por Nome do Autor
Pesquisa por Periodicos CAPES
 
     
 
Título:  
  A beleza da Liturgia, manifestação da presença real de Cristo.
Autor:  
  Matalanga Mabiala   Listar as obras deste autor
Categoria:  
  Teses e Dissertações
Idioma:  
  Português
Instituição:/Parceiro  
  [cp] Programas de Pós-graduação da CAPES   Ir para a página desta Instituição
Instituição:/Programa  
  UNIFAI/TEOLOGIA
Área Conhecimento  
  TEOLOGIA
Nível  
  Mestrado
Ano da Tese  
  2008
Acessos:  
  1,534
Resumo  
  O trabalho que vamos apresentar para a conclusão de mestrado em liturgia surge de uma preocupação pastoral nas diferentes comunidades e paróquias onde exercemos nosso ministério. É comum após uma celebração eucarística os fiéis comentarem sobre a liturgia. Às vezes dizendo que a celebração foi bonita porque o padre fez um bom sermão, os cantos foram bem entoados e o ambiente foi acolhedor. Ou ainda comentando que a celebração não foi bonita porque o som estava muito alto, o ambiente não foi agradável e não gostamos do padre. É provável que os primeiros tenham alcançado o objetivo da celebração porque se sentiram bem. Os segundos, no entanto, podem não ter alcançado o objetivo porque algumas coisas não os satisfizeram. Tais comentários nos levam a perceber que uma celebração litúrgica não pode ser de qualquer maneira. É uma arte. É uma ação que deve ser bela para que os participantes alcancem o objetivo da liturgia. De fato, o que leva homens e mulheres às celebrações litúrgicas é a celebração do mistério pascal. É um momento privilegiado em que a assembléia reunida tem encontro com Deus, faz a experiência de manifestação da presença real de Cristo. Para isto, é importante que a liturgia seja bela. No nosso trabalho de dissertação queremos mostrar que pela beleza da liturgia, os participantes da celebração litúrgica podem chegar a perceber a manifestação da presença real de Cristo e a fazer a experiência da mesma. Mostrar a beleza da liturgia como via para perceber a manifestação da presença real de Cristo não é o único objetivo do trabalho. Queremos também levar os fiéis a tomar consciência da importância da beleza para a liturgia. Este é um trabalho que pretendemos fazer em três capítulos. No primeiro definiremos os conceitos que constituem o tema: beleza, liturgia, manifestação e presença real de Cristo. Para uma compreensão mais ampla dos conceitos, partiremos de diferentes fontes: as obras filosóficas, a Bíblia, os documentos da Igreja e dos padres da Igreja. No segundo capitulo falaremos da manifestação da presença real de Cristo e da experiência da mesma pela beleza da liturgia. No terceiro capítulo daremos pistas para promover a beleza na liturgia e na vida cristã em geral.
     
    Baixar arquivo